Indonésia: Rio se torna em cor de sangue intrigando moradores

Indonésia: Rio se torna em cor de sangue intrigando moradores

Trazendo uma referência às pragas bíblicas que atingiram o Egito, um rio localizado em um vilarejo da Indonésia se tornou vermelho na última segunda-feira (7).

Indonésia: Rio se torna em cor de sangue intrigando moradores

Indonésia: Rio se torna em cor de sangue intrigando moradores

O fenômeno no rio Bah Bolon foi registrado pelos moradores de Raya, no distrito de Simalungun, ao norte de Sumatra. Com a coloração vermelha, o local que abriga diversos animais teve seus peixes mortos.

Conhecido pelos habitantes locais como “Balneário dos Reis”, o rio é delineado pela cidade de Pematangsiantar antes de atravessar o vilarejo, onde casas foram construídas em suas margens.

A praga aparentemente inexplicável é semelhante à descrição do castigo de Deus sobre o Egito relatado em Êxodo. “Os peixes do Nilo morrerão, o rio ficará cheirando mal, e os egípcios não suportarão beber das suas águas (Êxodo 7:18)”.

Embora não haja uma explicação exata sobre o fenômeno, alguns moradores acreditam que uma fonte de resíduos industriais pode ter provocado a coloração vermelha. Outro argumento indica que a causa está no crescimento descontrolado de algas mortais.

Para os religiosos, no entanto, a imagem passa uma mensagem incisiva. Com uma população de 88% de muçulmanos, a Indonésia tem promovido algumas ações de perseguição religiosa contra os cristãos, que representam apenas 9% dos indonésios.

O caso mais conhecido é do governador cristão de Jacarta, capital da Indonésia, que foi condenado a dois anos de prisão por “blasfêmia” contra o islamismo.

A acusação se deu pelo fato de Basuki Tjahaja Purnama, mais conhecido como Ahok, ter citado um verso do Alcorão durante sua campanha da reeleição em setembro do ano passado.

Enquanto seus oponentes usavam o mesmo verso para incentivar muçulmanos a não votarem em líderes não-muçulmanos, Ahok alertou o público sobre a manipulação dos políticos. Uma versão editada de seu discurso foi postada na internet e se espalhou pelas redes sociais, provocando manifestações em massa contra ele.

Por outro lado, embora a influência do islamismo radical venha impactando a Indonésia, o cristianismo está avançando no país, de acordo com o pastor Kongkin, que atua em Jacarta.

Em seu trabalho missionário, ele tem conhecido muitas histórias de ex-muçulmanos que decidiram se entregar a Jesus. “Os números estão ficando cada vez maiores em muitas partes da Indonésia. Há um crescimento constante”, disse ele, observando que a comunidade islâmica está preocupada com o aumento do cristianismo.

“Muitos muçulmanos estão percebendo que o Islã é falso. Eles vêem os bombardeios e ataques terroristas feitos em nome do islamismo e se perguntam: ‘É isso mesmo o que eu quero?’”, revela Kongkin. “Eles percebem que há um caminho melhor, e então encontram a Cristo”.